No Banner to display

Esta semana disparei no Facebook, que estava um pouco farta com tanta especulação sobre o livro Cinquenta Tons de Cinza, que eu precisava ler para emitir realmente um parecer sobre o livro. As meninas logo me encaminharam os links e então, xananam, li o livro que está tirando o sono de 99,9% das mulheres no Brasil e no mundo.

Este post não tem o condão de estragar a surpresa de quem ainda não leu, por isso, serei superficial e tratarei apenas do contexto da obra, que é basicamente sexo, entre o sádico Christian Grey e a virgem estudante Anastacia Steel. Particularmente nunca li nada parecido, e não pense que o contexto é erotismo sensual, porque vai mais além.

Capa Livro Cinquenta Tons de Cinza

É uma obra de fácil leitura, até demais; basicamente um romance com sexo sadomasoquista (e dizem que vai render um filme #coragem), entre um bilionário, na faixa dos 28 anos, sendo o homem mais lindo que existe na face da terra, e uma estudante universitária com 21 anos. O bonitão tem uma preferência diferente da maioria, e curte algemas, surras, chicotes, açoites, castigos, apetrechos e tudo mais que possa causar dor em sua parceira. Ee se envolve com a “mocinha” que não consegue mais sobreviver sem seu toque.

Na verdade, não é a qualidade do livro, ou ainda sua gramática irretocável que chama a atenção, mas sim o fato de um romance com muita dor e realizações em um quarto vermelho (da dor #redundante) pode fazer com que mulheres de todos os tipos se unam para suspirar e desejar um Sr. Grey em suas vidas.

Eu e mais uma amiga editora, que respeito muito chegamos a conclusão de que o ponto é; Por que este livro deixou o mundo “possuído”?A mulher moderna, independente, que busca igualdade de direitos que vive no corre corre do dia a dia, mãe perfeita, elegante, magra, bem humorada, quer mesmo é levar uma boa surra do marido/namorado na hora do sexo?

E o bendito livro está mexendo com o imaginário feminino porque quem é que não quer sentir-se desmedidamente necessária/sexy/sensual, causando “O” impacto no parceiro, sendo o inicio de fantasias e atos de amor/desejo com viagens de helicóptero, MacBookPro, Blackberry, motorista e um Audi novo.

Na minha humilde opinião, e sem ofensa ao Sr. Grey, não vejo a necessidade de tanto furor. Acho bacana as revelações sado para quem tem vontade de conhecer um tipo de “relacionamento” que muitas vezes as pessoas ignoram, mas que possuem milhares de adeptos no mundo. Acho sim que a mulher pode e deve buscar a sua satisfação sexual com seu parceiro, mas achei fantasioso demais. Imagine-se não trabalhar direito pensando em sexo, não conseguir olhar para o parceiro sem ter um arrepio “nas partes”, gente, isso é ficção, relacionamento é outra coisa.

Quer uma leitura bacanérrima? Coloque o livro do Sr. Grey na cabeceira, encare bem a delícia de marido que você tem, ame-o sobremaneira com qualidades e defeitos, ame-o no sofá, na cama, na cozinha, nas escadas se isso lhe fizer bem, liberte-se do estigma que a sociedade impõe. Permita-se ser diferente e discordar dos pontos de vista do mundo, mas sobretudo, domine a vida e as opiniões e quem sabe você possa se deixar dominar todas as vezes que quiser.

Ps: Assim que terminar de ler o segundo volume, farei outra resenha para comentar se a impressão melhorou.

  1. fernanda disse:

    Li o primeiro em um dia. . . O segundo em dpis. . Faltam 100 pag para termina-lo! Sexo seducao confianca e dialogo. . . .traumas e ingenuidade. . . Se nem seuqer a maioria consegue dizer eu te amo para seu parceiro imagine seuqer pedir algo diferente de baunilha!!! Por isso acredito do furor q esta causando. . . Acredito q fivaria melhor se tivessemos a opiniao dles. . . Os maridos!!! Ja vendi produtos de sex shop e vc nem imagina o estados em q asq a maioria mulheres ficavam qdo se deparavam com um minivibrador! Medo. . . Credo. . Nojo. . . E curiosidade em sua maioria!!!

    • Fer, também penso que as mulheres deveriam colocar seus receios/fantasias/vontades para fora, não ter medo de falar do que gosta e do que não gosta, o negócio é sempre respeitar seus limites!

  2. Andrea disse:

    Pra mim é um conto de fadas bem forçado, irônico..um Christian Grey bilionário, carente, tarado, e uma virgem sem graça..aff…mas tenho q adimitir que a autora tem uma imaginação fértil e deixou a mulherada sôfrega e READERS CLOSE TO HAVING AN ORGASM.

  3. Giovana disse:

    Andrea, super concordo com vc mas devemos admitir que um homem como esse só poderia ter saído da mente de uma mulher. Bom, como minha política é sempre tirar a parte boa de tudo, devo dizer que meu marido esta ADORANDO as minhas leituras. Kkkkkkkkk

    • Gio, concordo em ver sempre o lado positivo de todas as coisas, e Grey, só poderia ter saído da mente de uma mulher, SIM! kkkk… Neste momento o deus interior do marido ruboriza e Grita “Socorro”.. hahahahaha

  4. Ai, confesso que estou super curiosa pra ler esse livro!
    Ótimo post!
    Beijos.
    http://www.facilserbonita.com

  5. Paula PS disse:

    Mi, assino embaixo tudo o que você escreveu. Como já te disse, o livro as vezes tem uma linguagem que me irrita muito, mas é muito bom como passatempo, é fácil de ler e nos prende bastante. Estou terminando o segundo e já tenho o terceiro. As vezes acho que o pessoal leva muito a sério, uns criticam duramente e outros são “talifãs” do negócio, não aceitam críticas do livro, o importante é relaxar e curtir muito e aproveitar cada momento com o ‘Mr. Grey’ que temos ao lado. “and when I tell my husband he’s my Christian Grey I wish he really knew what the hell I meant.” beijooos

  6. Alininha disse:

    Eu ainda não li Mi, confesso que estava curiosa para saber o que avia de tão impressionante assim nesse livro, mas agora acho que perdi o tesão (risos).
    Acho que vou aguardar o filme mesmo sabendo que será diferente do livro.
    Adorei o post.
    Beijokas Mil

  7. Thaty Borges disse:

    Amigaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa Mix.. vc tirou exatamente TUDO o que eu penso em relação a esse livro e escreveu aqui! Aff.. não sei que tantos suspiros a mulherada dá por esse Sr. Gray.. Eu sei.. questão de gosto, mas pra mim sinceramente não afeta nada! TUDO o que eu penso vc disse.. com TODAS as letras e pontuações.. inclusive o final maravilhoso sobre AMAR o marido e deixar de suspirar por esse livro, afinal de contas, meu marido me ama muito melhor que as estórias desse livro. NÃO tenho o menor T (t grande) por esse personagem.

  8. […] O livro que está tirando o sono de 99% da […]

  9. […] é o segundo livro da trilogia de E. L. James; Como contei para vocês na resenha de Cinquenta Tons de Cinza, eu li todos os livros para poder opinar de maneira coerente e segundo a minha […]

Link me

Copyright © 2020 Michelle Bueno