22

dez

17

Estilo e Imagem

Recebi alguns pedidos para escrever sobre estilo. Para quem não sabe sou muito ligada à moda e já fiz vários cursos na área. Iniciei minha carreira como empreendedora trabalhando como consultora de imagem e estilo, por isso topei escrever sobre o assunto.

Para iniciar esta conversa preciso que entendam que estilo é o que nos torna únicos, a nossa marca registrada. Ele reflete quem somos e tem como objetivo comunicar uma mensagem e obter um determinado resultado.

É importante pensar no tipo de roupa, acessórios e maquiagem que gostamos e como podemos adaptar isso ao nosso estilo. Não existe certo ou errado na hora de se vestir, o que é importante ter em mente é que imagem você quer transmitir, tem a ver com autoconhecimento.

Albert Mehrabian, professor de psicologia e conhecido por estudos de linguagem verbal e não verbal aponta que uma pessoa só tem 30 segundos para causar uma boa impressão. A primeira impressão é composta da seguinte forma:

55% aparência, postura e comportamento
38% modo de falar
7% conteúdo

Isso não quer dizer que o conteúdo não é importante, muito pelo contrário, é essencial até por que o contato só vai se sustentar se houver bom conteúdo envolvido, mas é preciso lembrar que nos 30 primeiros segundos de um contato ele é pouco percebido. As pessoas tendem a dar mais credibilidade para ouvir interlocutores que passam uma boa imagem, concluímos aqui que o comportamento, a aparência, a postura e o modo de se vestir devem estar alinhados com o conteúdo. Uma imagem sem conteúdo deixa a pessoa oca. Quanto mais você se interessar pela aparência de alguém, maior será sua expectativa em relação aos seus conteúdos e capacidades. (mais…)

COMENTAR Comentários desativados em Estilo e Imagem

Em Maio deste ano, tive a honra de participar de uma Palestra com o mestre Mario Sergio Cortella, momento em que ele discorreu sobre o papel da família na vida da criança. Em seguida – apaixonada pelo assunto abordado – corri para a livraria que estava próxima e que ele faria um momento de autógrafos do seu novo (na época) livro: “FAMÍLIA – Urgências e Turbulências”.

Mas o que eu quero contar com isso tudo? Precisamos conversar sobre o ELOGIO. Tão escasso em algumas famílias e tão exagerado em outras. Já ouvi pais dizerem: sempre que meu filho faz algo bom eu elogio. Outros dizem: Não elogio não, ele está fazendo o que é de sua obrigação.
O que é importante destacar nessas duas realidades?

Primeiro, precisamos entender que o elogio precisa ser sincero! Qual o sentimento que temos quando toda hora uma pessoa nos chama de linda (o)? Tá exagerando! Porque dificilmente estaremos lindos sempre não é mesmo? Ora estamos agradáveis, ora razoáveis, ora incrivelmente bonitos, e às vezes bem cansados (kkkk). Acontece que a pessoa perde o “crédito” quando deposita em excesso o elogio. “Certa parcimônia no elogio é bem-vinda para que ele não se transforme em exagero”. CORTELLA.

Entendido isso, vamos refletir: Elogiar? Quando? Como?

Cortella em seu livro, diz: “… é preciso contribuir para que a criança cultive a autoestima. Mas o excesso de autoestima conduz a algo muito perigoso, que é a frustração quando se tem uma perda, uma queda, uma expectativa não atendida”.

A prática do elogio deve existir em nossas relações, pois isso fortalece pontos que merecem ser destacados, evidenciando algo bom que aconteceu – saudável para qualquer tipo de ralação.

Sendo assim, a sua ausência de forma implacável no sentido de “Não elogio não, ele está fazendo o que é de sua obrigação” é um equívoco. Da criança ao adulto, temos nossas obrigações. E pelo cumprimento delas, de fato não precisamos de elogios, pois é dever de cada um. (mais…)

COMENTAR Comentários desativados em Elogie sim. Mas não exagere!

Quando se fala em estilo gótico a primeira coisa que nos vem à mente é um estilo mais “sombrio” enigmático com muito preto, pouquíssimas cores, acessórios como crucifixo e salto alto; Maquiagem pálida e muita atitude.

Moda Gótico no Dia a Dia
Com toda a certeza o preto é a chave do estilo que combina com roxo, burgundy, verde escuro e metalizado sem, contudo, fugir às prerrogativas do estilo. As cruzes deixam de ser apenas acessórios e vem como estampas, assim como caveiras ou imagens que relembrem uma faceta “dark”.

Para um “Glam Gótico” teremos a aplicação de pedrarias, bordados, brilho, transparência e a utilização de tecidos mais nobres que deixam as produções com um ar irresistível.

Grifes com Yves Saint Laurent, Givenchy, Salvatore Ferragamo, Valentino, Versace e Gucci apostaram na tendência, explorando ao máximo a sensualidade da proposta.

Penso super bacana à aposta do dia a dia que não carrega tanto na maquiagem nem no penteado. Usaria sem medo de ser feliz, e vocês?

COMENTAR Comentários desativados em Gótico no Dia a Dia
Link me

Copyright © 2018 Michelle Bueno