22

set

17

Não é normal

Dentre as muitas violências domésticas que tive conhecimento, através do labor diário, algumas histórias ficaram marcadas. Maria é o nome fictício de uma vítima que conseguiu sair do ciclo de violência, após muita amargura.

A vítima era dez anos mais nova que o seu algoz. João, extremamente galanteador, para ganhar a confiança e o amor de Maria, não economizou carinho aos amigos, amigas e familiares da sua vítima. Ela se apaixonou pelo jovem que parecia vindo de contos de príncipes e princesas. Algumas dicas de que o relacionamento seria difícil foram dadas durante o namoro. Todavia, ela, que havia sido educada para o casamento, sequer percebeu. Segundo conta, namoraram menos de um ano para convolar núpcias. Durante o noivado, algumas situações de choro eram presenciadas pela família da noiva. Entretanto, nada retirava dela a vontade de viver eternamente aquele amor. Quando ainda namoravam, um dia de sol, ele brigou na rua, do nada, por achar que um desconhecido passou olhando para a sua amada. Quando contou o episódio a algumas pessoas, acharam comum. Diziam: “É ciúme, coisa que passa com o tempo.”.

Casaram-se. E em lua de mel tudo deve ser lindo. Estavam passeando por uma praça, quando ele começa a implicar dizendo que ela olhava para o pipoqueiro. Sentaram para jantar em um restaurante, momento em que o homem passa a afirmar que estaria olhando para um rapaz sentado na mesa ao lado. A mulher começa a perceber que em todos os lugares, na visão dele, sempre estaria olhando para algum homem. Não importava a idade, condição social, raça, credo etc. De acordo com o ciumento, a mulher olhava com desejo para todos do sexo masculino.

A forma encontrada pela esposa, diante de tanto ciúme, foi passar a olhar para baixo. Em todos os lugares havia alguém que ela contemplava. Na família dele era pior. O marido costumava dizer que, como era invejado por todos, a tendência seria os seus parentes se interessarem por ela. Os tios, primos, cunhados, amigos próximos, todos, sem exceção, a olhavam com cobiça. Virara paranoia?

Não há como saber. Quando o primeiro filho do casal nasceu, a mulher imaginou que o ciúme poderia ir embora. Como a sua atenção estaria voltada para o bebê, não poderia estar olhando para os outros. Ledo engano. Tudo é motivo para um ciumento. Agora, os homens se aproximavam dela com a desculpa de ter contato com a criança. Um dia o problema se acentuou, quando ele passou a imaginar que o seu próprio pai poderia estar “de olho” em sua mulher, ao brincar com o neto no colo dela. (mais…)

COMENTAR Comentários desativados em Não é normal

Me surpreendi positivamente com Marselha/França, a cidade é acolhedora e, durante àquelas férias (Fev/2016), foi o maior frio que enfrentei na Europa, qual seja, -2 graus. Nosso primeiro passeio por lá foi inusitado e nós nem sabíamos que existia, a Roda Gigante no antigo porto.

Marselha França - Roda Gigante - Porto Antigo - Blog Michelle Bueno

A roda gigante de Marselha está aberta todos os dias das 10:30 às 23:00, dependendo das condições climáticas e das condições do vento. Você pode deixar os carrinhos na parte inferior. O acesso é gratuito para crianças até aos 2 anos, 5 euros até 10 anos, 7 euros para adultos. Na época da minha visita.

Marselha França - Roda Gigante - Porto Antigo - Blog Michelle Bueno

Esse é o “convite/ingresso” para a roda gigante.

A vista da roda gigante é incrível durante o dia e eu, infelizmente, não tive a oportunidade de fazer o passeio noturno. Ela (a roda gigante) mede 43 metros de altura e diz-se que breve, será substituída por uma de 55 metros de altura, que ampliará ainda mais, o raio de visão da atração e ficará como a 2ª maior da França. (mais…)

COMENTAR Comentários desativados em Roda Gigante – Porto Antigo – Marselha/Fr

Se eu puder fazer uma indicação para vocês em Buenos Aires, seguramente é ir ao Lab Tostadores de Café. Michelle, o que é? É uma cafeteria em Palermo Hollywood que nasceu para compartilhar os cafés que já eram torrados por eles, para outros locais.

Lar Tostadores de Café - Buenos Aires - Argentina - Blog da Michelle Bueno

Me chamou a atenção o atendimento diferenciado e a qualidade de tudo o que provei. No LAB., experienciei cafés fresquinhos, mas não sei informar ao certo sobre os grãos e a torrefação, já que minha visita foi, infelizmente, super-rápida.

Lar Tostadores de Café - Buenos Aires - Argentina - Blog da Michelle Bueno - Café com Cookie

Para acompanhar meu capuccino, incrível, milimetricamente calculado e dosado, o cookie de chocolate é o mais pedido segundo informações da galera do Aires Buenos Blog. A ambientação é TOP, no maior estilo industrial e bem moderna. (mais…)

COMENTAR Comentários desativados em Lab Tostadores de Café – Buenos Aires
Link me

Copyright © 2017 Michelle Bueno